Monitoramento de Ações no Google Planilhas ou Excel

Atualização:

Veja nova versão da planilha – clique aqui.

Preparei uma nova planilha para acompanhamento de ações, desta vez com mais indicadores e mais alguns ajustes em relação a última planilha postada. A planilha mostra todas as ações listadas (se faltou alguma, pode me avisar!) e alguns indicadores, ajudando a comparar e escolher qual comprar e em qual momento.

Clique abaixo para visualizar / baixar:

Planilha no Google Planilhas

Planilha em Excel

A fonte dos dados é o google finance. O Excel utiliza estes dados a partir do google planilhas, através de um processo descrito neste post anterior. Você pode copiar a planilha do google planilhas (no link acima), realizar suas alterações e seguir o post para importar no Excel.

No Excel, para atualizar os dados, vá na aba Dados -> Atualizar Tudo. Tem em atraso de aproximadamente 20 minutos.

Atualizando os dados no Excel

Sobre os Indicadores da Planilha:

Muito cuidado! Os indicadores P/L (Preço sobre lucro) e LPA (Lucro por ação) são baseados no resultado contábil dos últimos 4 trimestres (não necessariamente do mesmo ano) que podem conter eventos não recorrentes, exemplo: pagamento de uma multa, ou recuperação de imposto.

De toda forma, estes indicadores são importantes para análise de compra da ação. O indicador P/L fornece a visão do preço da ação em contrapartida com o lucro / retorno da empresa. Portanto, quanto maior o P/L, mais “cara” a ação está. Por mais rentável que seja a empresa,  o preço da ação pode estar de acordo com este lucro, sem margem para crescimento.

O indicador LPA é calculado dividindo o lucro (dos últimos 4 trimestres) pela quantidade de ações. Quanto maior o LPA, melhor, pois a empresa está gerando lucro. Como é baseado nos últimos 4 trimestres, ou seja, 12 meses, vale olhar o resultado do último trimestre, pois a empresa pode estar perdendo desempenho. Você pode olhar o resumo no site da B3, por exemplo:

Resumo PETR3

Uma empresa que está tendo prejuízo não é necessariamente uma má aposta. Pode ser algo temporário decorrente de algum acontecimento (ex: operação carne fraca). É necessário analisar o potencial de recuperação da empresa, ou ainda o potencial de crescimento.

Curiosamente, em 03/2018 se ordenarmos a planilha por LPA decrescente, ou seja, pelo maior lucro por ação, aparece a MMX Mineração, que esta em processo de recuperação judicial e acumula dívidas. Isto porque no quarto trimestre de 2016 apresentou lucro. Olhando o balanço, em Receitas (despesas) operacionais, consta um evento “Provisão para patrimônio líquido investida negativo” que gera maior parte deste lucro. Como não sou contador, não sei dizer exatamente o que é, porém arriscaria dizer que é um evento não recorrente.

Por isso, continua a dica, olhe o indicador, mas não confie 100% nele. Não deixe de consultar o material sobre “Análise fundamentalista” de sua corretora. Estes tipos de evento são pegos facilmente pelos analistas e já estará resumido para você.

Nas últimas colunas estão os dados históricos concatenados com o caractere #. Solicitei ao meu amigo Marcos Rieper, do Guia do Excel para aprimorar esta planilha. Portanto, fique atento para atualizações!

Por enquanto recomendo consultar informações adicionais no Google Finance.

Por exemplo, para verificar a Média Móvel Exponencial:

1) Entre a ação que deseja, por exemplo: BVMF:VALE3 (sempre prefixar com BVMF, pois o google finance possui ações de várias instituições).

2) Abaixo do gráfico, clique em “Technicals” e selcionar “Exponential Moving Average (EMA)“. Informe o período (50 dias para um período médio):

MME(50) – VALE3

Este indicador irá “suavizar” o gráfico, facilitando a visualização de tendências. O MME ou EMA (em inglês) dará mais peso ao histórico mais recente, apontando melhor a tendência, se comparado com o MMS (Média Móvel Simples):

MMS(50) – VALE3

Se desejar calcular a MME com os dados da planilha, eis um exemplo no google planilhas:

Cálculo Média Móvel Exponencial Google Planilhas

Bons Investimentos!

One thought on “Monitoramento de Ações no Google Planilhas ou Excel”

Os comentários estão fechados.