Vídeo: Renda Fixa pela Clear (corretora)

Atenção: Este vídeo não é uma recomendação de investimento. Não tenho relação com a Clear, sou apenas cliente.

 

O que rende mais, poupança ou CDB ?

Atenção: Este post não é uma recomendação de investimento.

A resposta é: depende! Mas em linhas gerais, prefiro o CDB.

Em 08/02/2018 o governo anunciou meta Selic de 6,75%. Selic é uma meta anual da taxa de juros básica da economia. O CDI (Certificado de depósito interbancário), que é a taxa utilizada no CDB anda lado a lado com a Selic.

É a menor taxa dos últimos anos (consultar). A princípio o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central avisou que é o fim do ciclo de cortes (da Selic). Ou seja, não deve baixar mais.

Atualmente, dependendo do CDB, as rentabilidades estão muito próximas (CDB e poupança).

Veja a planilha:

Cálculo CDB x Poupança

Nos grandes bancos, o CDB pode variar de 75% do CDI a 96,5% do CDI (maior taxa que já consegui). Existem bancos menores que pagam 100% do CDI, ou mais, porém muitas vezes a liquidez não é diária. Significa que vão calcular sua rentabilidade só no final do investimento, se você deixar o dinheiro até o final, enquanto na liquidez diária seu dinheiro rende diariamente (proporcionalmente). Então para quem não sabe quando irá precisar resgatar o dinheiro, liquidez diária é o ideal.

Atualmente (em 08/02/2018) , se você pegar um CDB que rende 75% do CDI estará rendendo menos que a poupança. 85% será equivalente, aproximadamente, se você deixar o dinheiro por mais de 720 dias, pois você paga imposto com alíquotas decrescentes conforme o prazo sobre a rentabilidade do CDB:

Dias Alíquota
Até 180 dias 22,50%
De 181 a 360 dias 20%
De 361 a 720 dias 17,50%
721 dias ou mais 15%

Como o Copom anunciou o fim dos cortes da Selic, a tendência é que a taxa aumente ao passar dos anos. Por isso, se você aplicar em CDB agora, já estará contando a tabela regressiva de imposto. Enquanto a taxa Selic aumenta e o imposto diminui, o CDB passa a valer mais a pena que a poupança, se você conseguir uma percentual do CDI decente (85% ou mais).

Por este motivo, mesmo estando aproximadamente “empatado” hoje, deve desempatar a favor do CDB com o tempo.

Os depósitos em CDB possuem garantia do FGC até R$ 250 mil por instituição financeira e por CPF. Ou seja, mesmo se o banco falir, há garantia (teoricamente) que você receberá o valor até este limite.

Bons investimentos!